26.9.09

Zangado com Márcia, o neto de Joana avista a italiana na Peneda e a aproximação dos dois é imediata

Zangado com Márcia, o neto de Joana avista a italiana na Peneda e a aproximação dos dois é imediata

O casamento de Márcia e Pedro não começa bem. Logo na noite de núpcias, o marido rejeita a mulher e não quer fazer amor com ela, alegando que pode ser prejudicial para o bebé. De manhã, o amigo dos lobos sai de casa cedo para evitar a mulher e desabafa com a avó que não consegue ter intimidade com Márcia, pois só pensa em Luz. A conversa decorre e Joana acaba por falar nas dívidas dos Sousa por causa do casamento. Pedro estranha, pois Márcia comprou móveis novos para a casa. Mais tarde, o ambientalista descobre através de um telefonema que a mulher conseguiu o dinheiro, prejudicando Luz, com informações dadas a um paparazzo. O neto de Joana não quer acreditar e sai de casa zangado. Na serra da Peneda, Pedro avista Luz e pergunta-lhe o que está ali a fazer. Numa primeira reacção, a italiana afasta-o, mas depois o amor que sentem um pelo outro é mais forte e beijam-se.                  

link do postPor Muito Mais, às 09:18  comentar

4.6.09

Pedro tem ciúmes de Luz. A chegada de Rami, o guarda-costas da duquesa, deixa o amigo dos lobos confuso e enciumado

Os problemas de Pedro e de Luz parecem não ter fim. Sofia, a mãe da duquesa, chega a Portugal, na companhia do guarda-costas Rami. Ao ver Luz e Rami abraçados, o amigo dos lobos fica cheio de ciúmes. Furioso, acusa a italiana de ser mentirosa, já que Márcia contou-lhe que foi ela que salvou São do incêndio e não o tal homem misterioso que Luz inventou.

Cada vez mais enciumado, o neto de Joana pede à duquesa que o deixe sozinha e aos gritos, diz-lhe para ela ir ter com o guarda-costas. Cada vez mais só, Pedro escolhe a companhia dos lobos para o ajudar a não pensar em Luz. Entretanto, Márcia volta a procurar o noivo e fala-lhe no casamento. Porém, Pedro despreza-a e diz que não está interessado no assunto. A filha de Gertrudes fica zangada com tanta indiferença.

link do postPor Muito Mais, às 03:13  comentar