18.9.10

Lourenço e amiga
Lourenço prepara-se para marcar um penalty que pode, não só decidir o jogo, como todo o torneio. Nas bancadas todos gritam pelo "União" e no banco, Carneiro Seixas, o treinador dos Juniores está nervosíssimo. Lourenço tenta concentrar-se enquanto vai tendo flashbacks da sua audição para a escola de artes D. Sebastião. Corre para a bola, mas para grande frustração de todos, falha o penalty.

 

Créditos:Site Oficial Morangos Com AçúcarSite Oficial TVI

link do postPor Muito Mais, às 23:24  comentar

28.6.10

 

Eduardo e Teresa

 

Zé sofre atentado

Cláudia vai falar com Rodrigo e conta-lhe que Zé esteve na herdade e a ameaçou novamente. O dono da herdade fica incrédulo e Cláudia, para agravar a situação, conta-lhe que a rapariga esteve com João. Furioso, Rodrigo diz que vai acabar com aquele relacionamento dê por onde der.
Entretanto Joaquim mostra a Rafael uma fotografia que Cláudia lhe deu onde se vê Zé e João juntos. Joaquim teme que aquela relação possa complicar a vida de todos. Cheio de ciúmes, Rafael vai ter com Zé diz à vaqueira que aquela fotografia prova que afinal ela namora com João. A vaqueira revolta-se e vira-lhe as costas. O jovem ainda tenta falar com ela mas é impedido por Mimi. Enquanto Zé sobe para o cavalo ouve-se um tiro. O animal assusta-se e Zé cai no chão, inanimada. Hugo quer levá-la ao hospital mas Glória impede pois a jovem pode ter uma lesão forte. Aflito, Joaquim chama o médico para socorrer a rapariga que entretanto acorda, desnorteada.

Mais tarde Teresa conta a Eduardo que viu Ambrósio a ameaçar e disparar contra Zé.


 

link do postPor Muito Mais, às 12:26  comentar

15.6.10

Espírito Indomável

Rafael termina noivado

Numa conversa séria com Susana, Rafael diz à noiva que as pessoas casam-se para ser felizes, e se eles discutem tanto não vê motivos para se casarem. A jovem fica sem palavras e vai-se embora amargurada. A jovem não consegue evitar as lágrimas e Tristão apercebe-se. O vaqueiro pergunta à rapariga se quer ajuda mas ela recusa. Mais tarde Susana diz a Rafael que vai para Lisboa. Ele não lhe pede para ficar, mas pede-lhe que lhe perdoe por não querer casar com ela.

Josefa culpa Ambrósio

O facto de Chico ser uma criança mais frágil e com problemas respiratórios, faz com que Ambrósio se sinta diminuído e não perde uma oportunidade para fazer do filho um homem, como ele diz. Desta vez leva o miúdo para o mato com ele, mas quando Chico chega a casa, vem com falta de ar. Josefa culpa o marido pelo facto da criança passar mal e não lhe perdoa.

Beatriz conta verdade a Joana

De regresso a casa, Joana fala com a mãe e pergunta-lhe porque motivo ela não se divorcia do pai, uma vez que já não gosta dele. Exaltada, Beatriz diz à filha que só se divorcia de Joaquim, quando ele lhe der tudo a que ela tem direito, pelo sofrimento que lhe causou. Beatriz acaba por contar a Joana que Teresa era amante do seu pai acrescenta que foi a fugir com ela que aconteceu o acidente onde Constança morreu. Joana pede desculpa à mãe e diz que agora a compreende.

Cláudia vinga-se de Zé

João diz a Cláudia que o melhor é eles terminarem o namoro que vêem mantendo às escondidas, para não criarem problemas. A rapariga mete na cabeça que ele a deixou por causa de Zé e jura vingar-se. Como tal corta-se num braço e vai à esquadra dizer que foi a rival. A polícia vai à quinta de Joaquim e leva Zé para a esquadra para depor.

Eduardo declara-se a Joana

O filho de Rodrigo vai a Lisboa ter com Joana, a filha do rival do pai. Os dois conversam e beijam-se apaixonados. Enquanto passeiam à beira rio, os dois conversam sobre a guerra entre as duas famílias. Joana fica um pouco chateada por ele não ter contado mais cedo que havia sucedido, mas Eduardo declara-se e a jovem abraça-o.

Zé escapa a um atentado

Rafael vai buscar dois cavalos para ajudar Zé no trabalho. O jovem monta o cavalo mas acaba por cair. A rapariga fica preocupada e pergunta-lhe se ele quer ir ao hospital. A noiva do jovem aparece bastante aflita e começa a disparatar com Zé. Esta não lhe liga e descobre que a cela foi cortada, deixando-a alarmada. Aquele cavalo é o que ela costuma montar e alguém lhe queria fazer mal.

 

link do postPor Muito Mais, às 16:03  comentar


 
subscrever feeds